Vale a pena comprar carro elétrico? Leia e entenda

 

Com o avanço das tecnologias e a redução dos preços, muita gente já considera comprar carro elétrico como uma alternativa ecológica aos veículos com motor de combustão interna.

Mas essa troca pode ser complicada. No Brasil, ainda são poucos os veículos totalmente elétricos disponíveis, especialmente porque a infraestrutura de abastecimento ainda deixa a desejar.

Mas isso está mudando aos poucos e, o fato do nosso país produzir eletricidade a partir de fontes renováveis, como as hidrelétricas, faz com que essa opção seja ainda mais interessante do ponto de vista ecológico.

Neste artigo, vamos listar algumas vantagens e desvantagens dos carros elétricos hoje. Confira:

Vantagens que justificam comprar carro elétrico

O carro elétrico é uma tendência em crescimento e existem muitas vantagens que podem justificar a compra. Vamos conhecer algumas delas:

  • mais ecológicos: os carros elétricos são considerados veículos com zero emissões: não produzem gases que geram o efeito estufa e nenhum tipo de poluente. No Brasil, onde boa parte das fontes de energia são renováveis, são bem mais ecológicos;

  • silenciosos: carros elétricos também são mais silenciosos: seus motores praticamente não emitem barulho, reduzindo, assim, a poluição sonora de uma cidade;

  • mais econômicos: o cálculo exato pode variar devido à volatilidade tanto dos preços da gasolina quanto da energia elétrica, mas os gastos com reabastecimento são em média um terço menores;

  • manutenção mais barata: além disso, a manutenção de um motor elétrico é bem mais barata que a de um motor de combustão interna. Não é preciso trocar óleo, velas, catalisador, filtro de ar e nem mesmo colocar água no radiador;

  • não paga IPVA: o governo dispensa a cobrança do IPVA de quem adota um carro elétrico, um incentivo extra para comprar esse tipo de veículo.

Desvantagens do carro elétrico que devem ser consideradas

Apesar de todas as qualidades listadas acima, o carro elétrico ainda não é perfeito. Quem pensa em adquirir um deve avaliar também as desvantagens desse tipo de modelo, que ainda está em evolução. Confira:

  • baterias: elas ainda são pesadas (450 kg) e possuem uma durabilidade relativamente baixa, com vida útil entre 160 mil km e 200 mil km. Além disso, perdem um pouco de eficiência em temperaturas muito baixas;

  • postos de carga raros: essa não é uma desvantagem dos carros elétricos em si, mas sim da infraestrutura do país que está despreparada para recebê-los. Postos para recarga ainda são raros e isso pode ser um problema grave;

  • baixa autonomia: um carro com motor de combustão interna com o tanque cheio pode rodar até 600 km, enquanto um modelo elétrico não passa dos 160 km antes de precisar de recarga;

  • tempo de carga elevado: o reabastecimento de um tanque de gasolina é feito em questão de minutos. Hoje, algumas baterias permitem que até 80% da sua capacidade seja carregada em 30 minutos, mas uma recarga completa pode levar entre 6 e 8 horas.

  • alto preço: os carros elétricos são bem caros, especialmente no Brasil. Além da tecnologia nova contribuir para essa formação de preço, eles costumam ser produzidos em pequenas séries, o que também faz com que o valor seja maior.

Agora que você já sabe mais informações que podem lhe ajudar a decidir se vale a pena comprar carro elétrico, que tal entrar em contato a gente para sanar qualquer dúvida que tenha sobrado? Esperamos você!