Saiba quais são os documentos necessários para comprar carro

Você sabe quais são os documentos para comprar carro de uma concessionária? Ao tomar essa decisão uma série de questões deve ser considerada — e a burocracia é uma delas.

Neste post, vamos trazer a lista de documentos exigidos para a compra do carro e, ainda, repassar algumas dicas para você se organizar e reuni-los. Assim, você consegue fazer a sua aquisição com mais tranquilidade e sem obstáculos pelo caminho.

Quer saber mais? Continue lendo!

Quais são os documentos para comprar carro?

A documentação ao adquirir um veículo depende de ele ser novo ou usado. Veja o que você deve reunir em cada um dos casos:

Veículo novo

O primeiro passo é conseguir o Certificado de Registro do Veículo (CRV) para poder emitir o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). O período para regularizar esse processo é de 15 dias a partir da nota fiscal ser emitida.

Nesse prazo, o veículo pode circular somente até o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para realizar o emplacamento. Para chegar até esse passo é preciso reunir os seguintes documentos (original e cópia):

  • RG e CPF do proprietário;

  • comprovante de endereço de até 3 meses anteriores;

  • nota fiscal da fabricante;

  • decalque legível do chassi;

  • formulário preenchido do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), que deve ser solicitado ou retirado do site do Detran;

  • comprovante de pagamento de emplacamento e primeiro registro.

Esses documentos devem ser entregues no Detran, que vai emitir as guias do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) — proporcional ao tempo para o término do ano — e dos Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT), seguro obrigatório.

Depois é solicitada a emissão do CRLV e do CRV, e do protocolo com a placa do veículo para fazer o emplacamento.

Veículo usado/seminovo

O vendedor precisa preencher, assinar e reconhecer firma do CRV. A partir desse dia, o comprador tem um prazo de 30 dias para efetuar a transferência.

O processo de transferência exige a entrega dos seguintes documentos (cópia e original):

  • CRV preenchido e assinado pelo proprietário antigo e com reconhecimento de firma em cartório;

  • CRLV;

  • RG e CPF do novo proprietário;

  • comprovante de endereço do proprietário de até 3 meses anteriores;

  • formulário do Renavam em duas vias;

  • decalque do chassi do carro em duas vias;

  • comprovante de pagamento do novo CRV e demais débitos, se houver.

Como organizar esses documentos?

O processo de compra exige a organização dos documentos necessários. Eles devem ser reunidos rapidamente para que o prazo estipulado seja cumprido.

Confira a seguir algumas dicas que vão facilitar esse processo:

Verifique se o serviço é oferecido pela concessionária

A maioria das concessionárias disponibiliza um profissional para cuidar da documentação do carro que você está comprando. É preciso pagar uma taxa adicional pelo serviço, mas pode valer a pena. Contratar um despachante é uma alternativa.

Analise a documentação do veículo usado/seminovo

A compra de um carro usado/seminovo exige cuidados com a documentação, já que o veículo pode ter débitos ou restrições judiciais. Verifique se o licenciamento e o Renavam estão em dia e se o número do chassi é condizente com as anotações na carroceria. A concessionária ainda deve fornecer um histórico do automóvel conforme determina a lei 13.111/2015.

 

 

Como fazer a transferência do veículo usado/seminovo?

Os documentos reunidos para a compra de um veículo usado/seminovo podem ser entregues ao Detran pelo proprietário do carro, parente próximo com comprovação de proximidade ou procurador legal com o documento específico. O prazo para esse processo é de 30 dias.

Se o processo for realizado entre pessoas de diferentes municípios é preciso realizar uma nova vistoria e um novo emplacamento, e é preciso pagar as taxas desses serviços.

Você deve estar com o CRLV e pagar o CRV nos bancos conveniados ao Detran. Se houver débitos de seguro obrigatório, licenciamento, IPVA ou multas é preciso quitá-los. Com o recibo de quitação em mãos e os outros documentos já especificados vá até o Detran e efetue a transferência.

É importante lembrar de que uma concessionária de confiança vai informar sobre todas essas etapas e ajudá-lo com a transferência.

Entendeu quais são os documentos para comprar carro? Leia outros conteúdos interessantes seguindo a gente no Facebook e no LinkedIn.