Qual é o momento certo de trocar a pastilha de freio?

Você sabe dizer qual é o momento certo de trocar a pastilha de freio do seu carro? Em caso negativo, não se preocupe. Essa é uma dúvida muito comum. O freio é um equipamento que fica escondido atrás da roda e a verificação de seu desgaste é sempre mais complicada.

Mas o sistema dá sinais para o motorista de que a pastilha está chegando ao fim. Essa peça atua em contato com o disco de freio assim que você aciona o pedal, produzindo o atrito que faz com que o carro diminua a velocidade e pare completamente.

Quando se desgasta, a pastilha expõe a peça que suporta o material feito para o atrito. O resultado é que o contato passa a ser entre dois materiais metálicos. Rodar com a pastilha desgastada, além de diminuir a segurança nas frenagens, pode danificar o disco de freio, fazendo com que o serviço acabe ficando mais caro.

Veja, abaixo, algumas dicas para saber qual é o momento certo de realizar a manutenção preventiva do sistema de freios:

Quilometragem

É muito difícil determinar a quilometragem exata para se trocar a pastilha de freio, pois isso varia de acordo com a forma como você dirige e as características da sua cidade. Se você mora em um local com muitas ladeiras, suas pastilhas terão vida útil menor.

O mesmo raciocínio vale para o caso de você ser um motorista que usa muito o ponto morto e não aposta no freio motor para auxiliar nas frenagens. Neste caso, seus freios sofrem mais.

Mas é bom ficar atento ao excesso de quilometragem. Em casos extremos de economia de uso, uma pastilha de freio pode durar, no máximo, 35 mil quilômetros. Portanto, não deixe que o material fique por mais tempo do que isso no seu carro.

Sons agudos na frenagem

Sabe quando você pisa no freio e ouve aquele chiado agudo? Pois é, esse som significa que a pastilha está acabando e já há contato metálico com o disco de freio. Se essa situação perdurar, você precisará trocar as duas peças.

Fique atento, pois quando você troca a pastilha pode haver a incidência de som metálico devido a algumas rebarbas que se formam a medida em que você roda os primeiros quilômetros com a peça nova. Se isso ocorrer, basta pedir ao mecânico que faça o desgaste do material que está sobrando. É uma operação relativamente comum.

Ineficiência ao pisar no freio

Outro sinal característico de desgaste da pastilha é a falta de eficiência do freio. Ao pisar no pedal, se ele estiver muito baixo e o carro demorar para parar completamente, é sinal de que já passou da hora de trocar a peça.

Neste caso, muito provavelmente, já deve haver danos no disco. Por isso, é importante solicitar uma verificação geral do sistema.

Indicação eletrônica

Alguns carros mais modernos e luxuosos possuem um sistema de alarme na pastilha de freio. Quando chega a hora de trocá-la, um sensor avisa por meio de luzes no painel. Neste caso, é importante dar preferência à concessionária na hora de trocar.

E aí, viu só como a pastilha de freio da sinais de que sua vida útil está acabando? Fique atento aos sinais e dirija tranquilo por aí. Se você gostou deste texto, então siga nosso perfil no Facebook e no LinkedIn e tenha acesso a mais conteúdos como este!